abril 03, 2012

por Danielli Guirado

Resenha: Cai o Pano {Agatha Christie}



Paginas : 208
Categoria: Policial
Editora: Nova Fronteira
Para resolver o último caso de sua carreira, o detetive belga Hercule Poirot volta ao local onde solucionou os primeiros crimes. Neste livro, o último de um ciclo de romances de Agatha Christie, o talento da escritora inglesa junta-se à primorosa tradução de Clarice Lispector.
 
Neste livro, Hercule Poirot e o Capitão Hastings voltam a Styles, palco de seu primeiro caso juntos que resenhei aqui no blog! A grande casa de Styles foi vendida e transformada em pousada pelo casal Lutrell. Nas cidades vizinhas, uma série de casos estranhos de assassinatos ocorrem e despertam a curiosidade de nosso detetive favorito, que, mesmo com a saúde debilitada, viaja até Styles, pois acredita que o próximo será lá!

Preso a uma cadeira de rodas por conta da artrite e de seu coração fraco, Poirot pede a ajuda de Hastings para que seja seus olhos e ouvidos na pousada, sem, entretanto, dividir nenhuma de suas conclusões com o amigo, pois esse caso será o mais difícil de sua carreira e este assassino o mais engenhoso e quase impossível de ser pego!

Neste livro conhecemos uma pouco mais da história de Hastings e uma de suas filhas, Judith, uma cientista de 21 anos totalmente fria e calculista, muito diferente do pai! Não é a toa que Cai o Pano é considerado um dos melhores livros de Agatha! Mais uma vez ela te leva a pensar em todos e em cada um em particular como o assassino da vez; você se vê tentando pensar como Poirot e tenta descobrir qualquer coisa a respeito de como será o assassinato!

Mesmo muito intrigante, o livro também me partiu o coração pela situação de Poirot!! Entretanto, seu cérebro continua alerta  e rápido como sempre e ele nos brinda com a explicação dos crimes mais brilhantes e nos reserva uma última surpresa que só Poirot poderia fazer!

Frases

"[...]E uma andorinha não faz verão, está certo! Mas UM assassino, Hastings, faz um assassinato!"
[Poirot – pág 71]

"Vá embora! Você é teimoso e extremamente imbecil e eu daria tudo para ter outra pessoa em quem pudesse confiar, mas parece que vou ter de aguentar você  e suas absurdas ideias moralistas. Já que você não pode usar suas células cinzentas, porque não as tem, pelo menos use seus olhos, ouvidos e nariz se preciso for, até onde os ditames da honra o permitirem".
[Poirot para Hastings – pág 73]

4 comentários:

  1. Resenha ficou otima, adorei!
    E tambem o blog. Ficou melhor ateh no celular XD

    ResponderExcluir
  2. Já disse que adoro as suas resenhas, né?
    Quando eu crescer quero saber resenhar assim...

    Se não me falhe a memória "Cai o pano" foi o primeiro livro da Agatha que eu li, isso há mais de 10 anos.
    Preciso voltar a ler, mas depois que conseguir ler todos do Harlan. huahauahuahau

    E o layout? Gostei! Ficou suave, clean! E a foto nova do perfil tá muito bonita!

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. E UM DOS MELHORES LIVRO DA AGHATA, SUPREENDENTE, EU ADOREI!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. É um livro surpreendente. Já fiz a resenha dele no meu blog. Para quem ainda não leu, deixo aqui um alerta para quem lê comentários: SE NUNCA LEU UM LIVRO COM O DETETIVE POIROT, NÃO COMECE POR ESSE.
    O final é muito inusitado, digno da Rainha do Crime.
    beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!