agosto 01, 2012

por Danielli Guirado

Resenha: A Guerra dos Tronos {George R. R. Martin}

Autor: George R. R. Martin
Editora: Leya Brasil
Série: Guerra dos Tronos
Volume: 1 de 7
Páginas: 592
Classificação: ♥♥♥♥

Uma história de lordes e damas, soldados e mercenários, assassinos e bastardos, que se juntam em um tempo de presságios malignos. Cada um esforçando-se para ganhar este conflito mortal: a guerra dos tronos. Mistério, intriga, romance e aventura encherão as páginas deste livro.





“O inverno está chegando”  


Ned Stark é o senhor de Winterfell, castelo que se encontra ao norte dos Sete Reinos de Westeros onde a neve e o frio intenso são predominantes. Ele vive com a mulher Catelyn e os filhos: Robb, Bran, Rickon, Aria, Sansa e o bastardo Jon Snow. A tranquilidade em que vive com sua família será perturbada quando o Rei Robert Baratheon – grande amigo de Ned – chega a Winterfell com praticamente toda a corte e convoca Ned para se tornar a nova Mão do Rei - uma espécie de braço direito do Rei que pode até governar na ausência deste.

De início Ned pensa em recusar, mas notícias e boatos preocupantes relacionados à Mão do Rei anterior o fazem deixar Winterfell para ocupar seu novo cargo, deixando seu filho Robb de 14 anos como senhor de Winterfell. Sem saber, Ned dá entrada em um covil de cobras onde será quase impossível saber em quem confiar! A mentira, a falsidade, a manipulação, a traição e a ganância pelo poder e pelo dinheiro são corriqueiras no reino e Ned vai descobrindo toda essa rede intrincada de perigos e ameaças, muitas das quais perigosas demais para seu próprio bem e ao de sua família!


Depois de todo o sucesso que os livros e a série têm feito, tomei coragem e li As Crônicas de Gelo e Fogo para o DRD 2012! O livro é enorme e o tipo de escrita lembra muito Tolkien com suas intermináveis descrições de cenários e personagens – por isso faltou um coraçãozinho! À parte disso gostei muito do livro e quero logo ler os próximos! Namorado andou me fornecendo uns spoilers que a coisa fica cada vez mais tensa e emocionante!!!

Apesar de o livro se concentrar principalmente na família de Ned, a história possui inúmeros personagens! Cada membro próximo do reino ou de Winterfell tem uma papel nesta história. A história é contada em capítulos da vida de cada personagem enquanto os acontecimentos se desenrolam, então sabemos o ponto de vista de vários deles sobre a história!

Além da família de Ned e da corte de Porto Real, conhecemos a Patrulha da Noite que guarda a Muralha. Esta, como o próprio nome diz, é uma muralha (dã) gigantesca que protege o continente de criaturas há muito esquecidas que existem na Floresta Assombrada. Os Patrulheiros geralmente são criminosos, prisioneiros de guerra ou cidadãos inúteis para o reino que “vestem o negro”, como eles dizem, e fazem o juramento sagrado ao serviço da Patrulha renunciando a tudo o mais (vida, família, amigos, mulheres...).

Também veremos a história dos herdeiros do antigo Rei dos Reinos Aerys Targarien II: Viserys Targarien e Daenerys Targaryen. Aerys teve seu trono usurpado por Robert na Batalha do Tridente e foi morto por Jamie Lannister, o Regicida, irmão gêmeo da atual rainha Cersei Lannister. Viserys e Dany vivem exilados dos Sete Reinos e ele busca obstinada e loucamente a vingança contra Robert para tomar seu trono de volta.

A partir daí uma intrincada rede de contatos, acordos, desacordos, justiças e injustiças vão fazer com que desponte uma guerra como jamais vista nos Sete Reinos e todos querem uma só coisa: o Trono de Espadas de Porto Real!

Quem gosta de tramas, guerra, estratégias, traições, romance, suspense, personagens complexos, livros enormes e séries: vai adorar Guerra dos Tronos! Eu quase não aguentei a quantidade de absurdos e injustiças que há no livro, mas você acaba percebendo que essa é a vida mesmo e esses são os seres humanos, loucos e capazes de qualquer coisa para obter riqueza e poder!


Trechos



"Lembre-se disso, rapaz. Todos os anões são bastardos, mas nem todos os bastardos precisam ser anões.”
[Tyrion Lannister, o “Anão” – pág. 45]

“As pessoas nunca olhavam para cima. Era outra coisa que apreciava em escalar; era quase como ser invisível.”
[Bran Stark – pág. 61]

“Descobri que os bordéis são um investimento muito mais lucrativo que navios. As prostitutas raramente se afundam, e quando são abordadas por piratas, ora, eles pagam em boa moeda como qualquer outra pessoa!”
[Lord Petyr Baelish, o “Mindinho”, conselheiro real – pág. 269]

“Berric Dondarrion era bem bonito; mas terrivelmente velho, com quase 22 anos.”
[Sansa Stark – pág. 336]

“Uma criança vê um obstáculo e a primeira coisa que pensa é correr à sua volta ou pô-lo abaixo. Um senhor tem de aprender que por vezes as palavras são capazes de alcançar o que as espadas não são.”
[Catelyn Stark – pág. 452]

“Nunca lhe parecera mais homem do que naquele momento. Rapazes podem brincar de espadas, mas era preciso ser um senhor para fazer um pacto de casamento com a consciência do que significava.”
[Catelyn Stark – pág. 453]

“Estava sozinho, longe do resto da ninhada. Era diferente e por isso fora afastado.”
[Jon Snow – pág. 465]




Resenha para o Desafio Realmente Desafiante, hospedado pela Clícia do Silêncio que eu Tô Lendo!, do mês de Julho em que o tema foi:  Ler um livro  com mais de 500 páginas!

2 comentários:

  1. Muito legal a resenha! Adorei o último parágrafo!

    Só acho que faltou vc colocar pois personagens que vc mais gostou hehe.

    Ótimos trechos, como sempre, o da Sansa faz pensar que to ficando velho aheiahheuahur

    ResponderExcluir
  2. Daniiiiii!!!
    Você tem o dom de me fazer querer ler um livro, hein?

    Amiga, você ainda me leva à falência!!! kkkk

    Como sempre, adorei a resenha!

    Bjos

    ResponderExcluir

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!