novembro 02, 2012

por Danielli Guirado

Resenha: Apaixonada por Palavras {Paula Pimenta}


Autor: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Páginas: 159
Classificação: 5/5


Em "Apaixonada por palavras", a protagonista não é Fani ou Priscila. Desta vez, é Paula Pimenta por Paula Pimenta. Como a própria autora descreve: "É rara a ocasião em que não estou com um livro por perto, e mais raro ainda é o momento em que eu não estou com um bloco e uma caneta. Sempre anotando, pensando por escrito"




Eu confesso que tenho um preconceito com autores preferidos que lançam livros com outras propostas. Nem fui atrás do novo da J.K. Rowling e sei que Meg Cabot também tem alguns livros voltados para o público adulto que também nunca tive vontade de ler.

Com Apaixonada por Palavras foi um pouco diferente e logo já tive vontade de ler e não parar de olhar essa capa linda! Para compor o livro, Paula mergulhou em seus arquivos de mais de 150 crônicas para nos apresentar as que melhor se encaixariam nesse primeiro momento (quem já está torcendo por um AP2? rsrs). Organizada por data, a coletânea começa no final de 2000 e vai até a metade de 2009 em 56 crônicas que abordam desde as lembranças e histórias da adolescência até temas mais profundos como a violência.

O livro todo é uma delícia de ler, mas é claro que tive minhas crônicas favoritas:

  • Início de Paixão: a autora declara sua preferência ao período "pós-paixão", quando a ansiedade sobre o que fazer dá lugar à intimidade de conhecer e estar confortável ao lado daquela pessoa especial.
  • Apaixonada por Palavras: nesta crônica que, imagino, inspirou o nome do livro, Paula nos conta seu amor pela palavras escritas e as emoções despertadas ao ler. Principalmente para quem é Tracinha como eu ou se você gosta de ler, vai se identificar!
  • Blecaute: a luz acabou bem no meio de sua aula de violão e Paula aproveita para pensar - e nos faz pensar! - na vida sem eletricidade e a como nos acostumamos fácil a "não viver" sem certas coisas (seu celular está do seu lado nesse momento? rsrs).
  • Brasil x Argentina: a eterna rixa entre nosso país e dos hermanos é comentada aqui! Adorei! E Paula tenta decidir quem é o melhor afinal de contas!
  • Velhice: me identifiquei muito com esse texto, já que sou mega caseira e não curto tanto assim festas e baladas "como deveria". Paula fala exatamente sobre isso e eu assino em baixo! rsrs
  • Casa: Em seu intercâmbio a Londres (!!) Paula reflete sobre a grande experiência de sair mundo afora, mas também das delícias de voltar para casa.
  • Espécies Diferentes: reflexões sobre a violência no Brasil. Muito profundo e incômodo: e se fosse com a gente? Gostei muito.
  • Carta a um Futuro Namorado: Paula escreve para um amigo que quer uma namorada conselhos mega acertados sobre o que "a futura namorada" esperará dele! Para mostrar para o namorado/marido e quem mais você achar que precisa de uma ajudinha! hahaha
  • Bem guardado: Paula fala como gosta de guardar todas as lembranças do passado e de amigos e se surpreende com quem não guarda nada! Eu também guardo tudo e adoro reler essas coisas de vez em quando dando um olhadinha no passado com muitas risadas por companhia! rsrs
  • A História do Meu Livro: o nascimento da Fani e de Fazendo Meu Filme está aqui! Maravilhoso saber como tudo começou!
Recomendo muito e espero que você se divirta com a leitura tanto quanto eu! =]

Trechos

"Tudo o que ele diz temos que analisar sob 15 óticas diferentes. Cada amiga vira psicóloga. Se algum amigo homem passa na frente então, repetimos palavra por palavra do que o objeto do nosso desejo disse, para que ele possa explicar o que o seu companheiro do sexo masculino quis dizer com aquele: "Aparece lá"".
[pág. 25]

"Meu amor próprio não resiste a joguinhos e a pessoas que me procuram só quando não tem nada melhor para fazer".
[pág. 33]
"Quando você encontra essa pessoa colorida, você ganha o poder de ver tudo em cores novamente e é por isso que estar ao lado dela se torna primordial."
[pág. 48]

"A falta do que fazer com a própria vida faz com que comecemos a nos preocupar com a vida dos outros."
[pág. 83]

"Sair do aconchego do meu lar? Só se for por um programa que valha muito a pena. Prefiro ficar em casa curtindo meus livros, minha família, meus cachorros, curtindo a mim própria, Se velhice for isso, que venham logo mais anos!"
[pág. 96]

"Percebi que posso mudar para onde for, mas o difícil mesmo é mudar o coração. Londres é linda, é mágica, é diferente. Mas não é a minha casa!"
[pág. 101]

"Minha vida não é só o presente, mas também o que já vivi e o que ainda viverei. Tudo fica bem guardado no coração, mas também coloco as recordações do passado na gaveta e, na cabeça, os planos para o futuro!"
[pág. 141]

3 comentários:

  1. Ola Linda...

    esse fiquei curiosa de ler...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Paula Pimenta escreve mt bem!
    Adoro!

    Beijos

    www.chadatarde.com

    ResponderExcluir
  3. Já quero ler!!!
    Tenho certeza que vou gostar da crônica Velhice!

    Bjs de saudades

    ResponderExcluir

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!