setembro 29, 2015

por Danielli Guirado

Resenha: A Mágica da Arrumação {Marie Kondo}

Autora: Marie Kondo
Editora: Sextante
Páginas: 158
Tradutora: Márcia Oliveira
Nota Skoob: 4/5
Compre: Amazon



"Organizar, em essência, deve ter como objetivo restaurar o equilíbrio entre as pessoas, seus pertences e a casa onde moram.
[pág. 149]


ADOROOOOO organização e tudo relacionado ao tema. Desde criança gostava de arrumar minhas coisas; na adolescência fiquei fissurada em Feng Shui e segui a vida arrumando meu quarto e meu armário a cada semestre ou quando me desse na telha! Mas nunca cheguei a ler livros sobre o assunto, apenas matérias ou artigos de revistas (e depois os blogs!)

Recentemente começou o zumzum sobre o Mágica da Arrumação: vi uma resenha da Gabi e gostei; vi outras pessoas falando bem e coloquei ele na wishlist. Até que vi que tinha um crédito de $15 na saraiva; o livro estava em promoção por $14,50 e pronto! Comprei "de graça"! Ô delicia! Hahahha

"Quando você põe a casa em ordem, também organiza suas questões e seu passado."
[pág. 11]

A filosofia de Marie Kondo é uma só: guarde as coisas que lhe fazem feliz! Se formos pensar com cuidado, não precisamos de muitas coisas para sermos felizes e orientando o descarte sobre essa premissa, você acaba tendo menos coisas; menos "tralhas" e aí sua vida flui melhor e ao mesmo tempo tá liberada aquela coleção de bonecos incríveis que tiram lágrimas de amor e orgulho dos seus olhos cada vez que olha para eles (hahahaha)!

Segundo o método KonMarie, como ela batizou, devemos descartar e organizar por categorias ao invés de por cômodos e que é de suma importância começar e terminar uma categoria no mesmo dia. Como exemplo, vou explicar o processo com roupas: você vai juntar à sua frente TODAS as suas roupas! Do armário, das gavetas, do cesto de roupa suja; do cesto de roupa limpa, do varal e de qualquer lugar em que tenha uma roupa sua. Colocando todas à sua frente você vai pegar uma por uma e se perguntar: "essa roupa me faz feliz?". Acredite: FUNCIONA!!! hahaha

Ignorem o acento! Não sei onde arrumei! ¬¬

Como vocês sabem, estou para mudar (Sai logo financiamentooo! kkk), então quanto menos coisas para levar em caixas, melhor! Kkk Apliquei o Método KonMari nas minhas roupas, sapatos, livros (siiim! Acreditem ou não!) e bijuterias. Ainda faltam maquiagens, documentos e cacarecos em geral, mas essa primeira etapa funcionou muito.

"Quando realmente nos aprofundamos nas razões que nos levam a não conseguir desapegar, descobrimos que elas resumem-se a duas: apego ao passado ou medo do futuro."
[pág. 144]

Marie nos diz que acumulamos coisas por dois motivos: apego ao passado e medo do futuro. Eu por exemplo guardava algumas camisetas da época da faculdade que não me serviam mais, mas eu tinha aquele apego pelo momento. Guardava vestidos que foram muuuuuuito caros há 10 anos atrás e isso me prendia a eles achando que eu devia fazer valer o quanto paguei (e já fiz, né? Chega! rs); guardava saias "para quando eu emagrecer" e por aí vai.

Mas ao perguntar se todas essas peças me faziam feliz a resposta foi um fácil não; tanto é que eu nem as usava quase. E agora, duas semanas depois, não senti falta de nenhuma peça. Algumas que estavam mais bonitinhas, até coloquei para vender no Enjoei!! Dá uma olhada lá e vê se você gosta! 

Lojinha da Dani


Os livros foram mais difíceis, mas deu para mandar uma boa quantidade embora que eu só estava guardando "para ter uma biblioteca em casa". Só que o processo me fez ver que eu prefiro ter uma biblioteca de livros que eu realmente amo, e aí eles foram embora!



Me identifiquei muito com o método e com o livro. Lógico que, como ela é profissional, é bem rígida e bem seca sobre o objetivo trabalhado ali, mas ao mesmo tempo considera os sentimentos de quem está se desfazendo de suas coisas. Algumas vezes confesso que a achei meio bitolada, mas nada que atrapalhou a leitura. A ideia aqui é ler e absorver o que funcionará para a sua vida, como eu gosto sempre de falar: "nem tanto ao céu, nem tanto à terra"! A ideia é sempre você ter uma vida mais leve e feliz e não mais cobranças.

"Entendi muito cedo a necessidade de evitar depender de quem quer que fosse."
[pág. 143]

Uma coisa que me incomodou foi ela falar o tempo todo para "jogar fora", ao invés de doar. Lendo algumas resenhas no Skoob, uma pessoa que mora no Japão esclareceu que lá eles reciclam TUDO! Então eles tem essa cultura de jogar fora mesmo, porque sabem que as coisas terão um destino legal!! Ai, ai.. #comofas para ter um povo incrível assim por aqui, hein?



É uma leitura rapidinha e que para mim foi deliciosa! Eu recomendo demais que você leia! E se aplicar o método, me chama aqui ou nas redes sociais para gente trocar figurinhas!! Vou adorar!

A gente se fala depois! Tchau!

*
*
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!