fevereiro 28, 2016

por Só Lendo

Resenha: Clube da Luta {Chuck Palahniuk}


Autor: Chuck Palahniuk
Editora: LeYa Brasil
Páginas: 272
Tradutor: Cassius Medaua
Nota Skoob: 4/5

"Queríamos detonar o mundo e deixá-lo livre da história."
[pág. 155]

Não sei de onde está vindo esta vontade de ler aqueles livros que todo mundo ama (inclusive a crítica) e indica, mas Clube da Luta foi um deles e foi uma loucura de altos e baixos que vou contar para vocês!

O começo da leitura foi muuito difícil e estranho, porque existe esse cara que não sabemos o nome, que trabalha na parte de recall de uma montadora de carros, e tem um problema crônico de insônia, o qual seu médico não quis tratar com remédios e o manda ir ver "quem sofre de verdade para ter problemas para dormir".

"Em uma centena de cidades, o clube da luta funciona sem mim."
[pág. 224]


Em um último ato desesperado ele vai fazer exatamente isso e começa a frequentar grupos de apoio de doenças terminais (fingindo ter cada uma delas) e, por incrível que pareça, acaba dando resultado! É nestes grupos que ele conhece Marla Singer, que também não esta doente, mas gosta de ir nos grupos. Eles começam um relacionamento tão estranho quanto o resto do livro.

"Não temos uma grande guerra em nossa geração ou uma grande depressão, mas na verdade temos, sim, é uma grande guerra de espirito. Temos uma grande revolução contra a cultura . A grande depressão é a nossa vida. Temos uma depressão espiritual."
[pág. 186]


Até que um dia ele conhece Tyler Durden e sua vida vira de ponta cabeça. Tyler é aquele cara que não aguenta a sociedade e suas regras e quer se libertar e libertar os homens inteligentes e incríveis que não se deram bem seguindo a "formulinha". É assim que nasce o Clube da Luta, que aos poucos vira o Projeto Desordem & Destruição. Mas a primeira regra de ambos, é que você não fala de ambos. E a segunda regra de ambos, é que você não fala de ambos! rs

"A meta era ensinar cada homem no projeto que ele tinha poder para controlar a história. Nós, cada um de nós, pode controlar o mundo."
[pág. 152]

Durante boa parte do livro me questionei muito sobre porque nosso personagem deixa Tyler fazer as coisas mais malucas ou porque não o entrega para a polícia e quando eu achava que ia terminar o livro detestando-o vem a grande revelação que encaixa tudo!!!!! UUUOOOUUUU!!!!

E aí lógico que vou te recomendar a ler e não dar esse spoilerzão!! Assisti ao filme também e ficou bem fiel a não ser pelo final, que foi mais poético no filme ~ e do qual eu gostei mais!! hahaha

Fica a dica de um livro doidão, mas que te coloca contra a parede, te fazendo pensar e repensar muito suas crenças e valores e muitas coisas ao seu redor que você toma por certas, imutáveis e confortáveis!!

"Tyler achava que conseguir a atenção de Deus sendo mau era melhor que não conseguir atenção nenhuma. Talvez porque seja melhor o ódio de Deus do que a indiferença Dele. Se você pudesse ser o pior inimigo de Deus ou um nada, o que você escolheria?"
[pág. 176]






*
*
*
Vamos conversar mais!! Instagram Facebook ~ YouTube ~ GooglePlus ~Twitter ~ Skoob

Um comentário:

Rafaela Hübner disse...

Conforme tinha prometido, já separei para ler em março, tô super curiosa para saber esse spoiler aí hahaha

Beijos!
Arrastando as Alpargatas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!