maio 17, 2016

por Danielli Guirado

Resenha: O Casamento da Princesa {Meg Cabot}


Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Série: O Diário da Princesa
Volume: 11 de 11
Resenhas Anteriores: A Princesa Apaixonada - Livro 3
Nota Skoob: 2/5


"Ser famoso dá muito trabalho, mas também dá poder porque você pode influenciar um grande número de pessoas e pode fazer coisas incríveis com isso."
[Mia - pág. 180]

Quem me segue no insta (@danisohdani), viu que postei uma micro-resenha por lá sobre este livro!

Torci muito o nariz quando a Meg anunciou esta continuação (e um pouco com d'A Mediadora). Para quem leu, sabe que os 10 livros anteriores também são mega enrolação. Para se ter uma ideia, alguns dos anteriores cobriam apenas uma semana da vida da Mia e metade do livro era ela repetindo incansavelmente um problema x, que nem era super grave e fazendo um drama gigante sobre ele. E nada disso mudou cinco anos depois do lançamento de Princesa para Sempre e com a Mia tendo 26 anos. Era de se esperar que escritora e personagem amadurecessem, mas não foi o que aconteceu.

"Sinceramente, qual a graça de ter um castelo se a pessoa que você ama não quer compartilhar isso com você?"
[Mia]

Por que li um livro então que pareço detestar? Porque sim! Hahaha Apesar dos pesares, O Diário da Princesa fez super parte da minha adolescência, ficava mesmo torcendo pelos próximos livros, mesmo achando a Mia chatona desde aquela época e, assim como hoje, amava o Michael! Queria ter esse "closure" e também tava precisada de uma história bobinha para fugir um pouco por aí! :)

O Michael aliás é o grande alivio do livro, junto com a Lilly, o Lars e a Olivia. Parece que a Meg dedicou todos os talentos dela a eles e esqueceu da protagonista e dos demais personagens.


"É melhor admitir logo: depois desse tempo todo, ainda sou completa e ridiculamente apaixonada por ele! Até iria a um retiro esquisito e sem internet com ele."
[Mia]

Recomendaria para quem, assim como eu, leu a série em algum momento da vida e quer saber o "final" (será? rs) ou está à toa, querendo um livro tranquilinho para dar uma desestressada e até rir um pouco (ri muito quando certos planos da Mia e do Michael não dão muito certo! kkk) sem esperar nada muito profundo.

abril 11, 2016

por Danielli Guirado

Resenha: Peter Pan {J.M. Barrie}

Autor: J. M. Barrie
Editora: Zahar
Páginas: 224
Tradutor: Julia Romeu
Nota Skoob: 2/5



"Se ele se esquece das sereias tão rápido, como a gente pode esperar que vá continuar se lembrando de nós?"
[Wendy]


Apesar de saber por cima a historia de Peter Pan, quis lê-la inteira nessa edição linda da Zahar! E depois descobri que a "original-original-mesmo", ainda não é essa! hahaha


Infelizmente não curti a história, gostava só quando quando Gancho aparecia, porque dava uma agitada nas coisas e tirava um pouco do protagonismo do Peter que é um personagem bem insuportável! rs. De resto é tudo bobinho.


"Quando a novidade chama, as crianças estão sempre prontas para desertar aqueles que mais amam."
[Narrador - pág. 152]




Mesmo assim, achei brilhante o modo como James Barrie faz uso da narrativa: ele praticamente participa da história junto com o leitor e até toma partidos em um momento ou outro ou se contradiz em suas opiniões, chega a ser engraçado!

Também não consegui me transportar tão bem para a Inglaterra do final do século XIX, então a Wendy, gentil, inocente, bobinha e "querendo ser mãe mais que tudo no mundo", porque era só o que ela conhecia e só o que podia almejar, me incomodou bastante!

"Ele não apenas não tinha mãe, como não tinha a menor vontade de ter uma. Achava que todo mundo dava uma importância exagerada para as mães. Wendy, no entanto, imediatamente achou que estava diante de uma tragédia."
[Narrador - pág; 57]



Enfim, é interessante caso você queira saber mais sobre a história, mas foi uma leitura que não gostei e se arrastou muito. Não leria novamente e com certeza não leria para uma filha ou um filho, já que possui valores e a visão da mulher beeeem datados.

"As fadas têm que ser ou uma coisa, ou outra, pois, como são tão pequenas, infelizmente só têm espaço para um sentimento de cada vez."
[Narrador]

E você? Gostou de Peter Pan? Me conta nos comentários daqui ou lá no meu instagram (@danisohdani)! Tô sempre por lá! ^^0,3


"Quando a criança se aproxima de você, querendo se entregar a você, a única coisa que ela pensa que merece é um tratamento justo. Depois que você for injusto com ela, ela vai voltar a amá-lo, mas nunca mais vai voltar  a ser a mesma criança."
[Narrador]






fevereiro 28, 2016

por Danielli Guirado

Resenha: Clube da Luta {Chuck Palahniuk}


Autor: Chuck Palahniuk
Editora: LeYa Brasil
Páginas: 272
Tradutor: Cassius Medaua
Nota Skoob: 4/5

"Queríamos detonar o mundo e deixá-lo livre da história."
[pág. 155]

Não sei de onde está vindo esta vontade de ler aqueles livros que todo mundo ama (inclusive a crítica) e indica, mas Clube da Luta foi um deles e foi uma loucura de altos e baixos que vou contar para vocês!

O começo da leitura foi muuito difícil e estranho, porque existe esse cara que não sabemos o nome, que trabalha na parte de recall de uma montadora de carros, e tem um problema crônico de insônia, o qual seu médico não quis tratar com remédios e o manda ir ver "quem sofre de verdade para ter problemas para dormir".

"Em uma centena de cidades, o clube da luta funciona sem mim."
[pág. 224]


Em um último ato desesperado ele vai fazer exatamente isso e começa a frequentar grupos de apoio de doenças terminais (fingindo ter cada uma delas) e, por incrível que pareça, acaba dando resultado! É nestes grupos que ele conhece Marla Singer, que também não esta doente, mas gosta de ir nos grupos. Eles começam um relacionamento tão estranho quanto o resto do livro.

"Não temos uma grande guerra em nossa geração ou uma grande depressão, mas na verdade temos, sim, é uma grande guerra de espirito. Temos uma grande revolução contra a cultura . A grande depressão é a nossa vida. Temos uma depressão espiritual."
[pág. 186]


Até que um dia ele conhece Tyler Durden e sua vida vira de ponta cabeça. Tyler é aquele cara que não aguenta a sociedade e suas regras e quer se libertar e libertar os homens inteligentes e incríveis que não se deram bem seguindo a "formulinha". É assim que nasce o Clube da Luta, que aos poucos vira o Projeto Desordem & Destruição. Mas a primeira regra de ambos, é que você não fala de ambos. E a segunda regra de ambos, é que você não fala de ambos! rs

"A meta era ensinar cada homem no projeto que ele tinha poder para controlar a história. Nós, cada um de nós, pode controlar o mundo."
[pág. 152]

Durante boa parte do livro me questionei muito sobre porque nosso personagem deixa Tyler fazer as coisas mais malucas ou porque não o entrega para a polícia e quando eu achava que ia terminar o livro detestando-o vem a grande revelação que encaixa tudo!!!!! UUUOOOUUUU!!!!

E aí lógico que vou te recomendar a ler e não dar esse spoilerzão!! Assisti ao filme também e ficou bem fiel a não ser pelo final, que foi mais poético no filme ~ e do qual eu gostei mais!! hahaha

Fica a dica de um livro doidão, mas que te coloca contra a parede, te fazendo pensar e repensar muito suas crenças e valores e muitas coisas ao seu redor que você toma por certas, imutáveis e confortáveis!!

"Tyler achava que conseguir a atenção de Deus sendo mau era melhor que não conseguir atenção nenhuma. Talvez porque seja melhor o ódio de Deus do que a indiferença Dele. Se você pudesse ser o pior inimigo de Deus ou um nada, o que você escolheria?"
[pág. 176]






*
*
*
Vamos conversar mais!! Instagram Facebook ~ YouTube ~ GooglePlus ~Twitter ~ Skoob

fevereiro 26, 2016

por Danielli Guirado

Resenha: Em Busca de Abrigo {Jojo Moyes}


Autora: Jojo Moyes
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 434
Nota Skoob: 2/5



"Às vezes fico pensando que fui a única pessoa que não ganhou o papel com as regras do jogo... Você sabe, aquelas que ensinam a pessoa a crescer."
[Kate]


Depois que li Um mais Um da Jojo Moyes queria muito ler outros livros dela e peguei o Em Busca de Abrigo com uma boa expectativa e infelizmente me decepcionei.

O livro começa nos mostrando Joy, que está em Hong Kong, por conta de seu pai estar locado lá, acompanhando a coroação da princesa Elizabeth II 

Inteligente, sagaz e a perdição de sua mãe, Joy não se encaixa muito na vida de se importar com as frescuras da época, ou com o que os vizinhos pensarão dela e não vê nenhuma graça em ficar o dia todo comentando animadamente dos oficiais que acabaram de aportar, afim de "fisgar" um.

Ironicamente, ela e um desses oficiais se apaixonam à primeira vista e decidem se casar de imediato já que ele passará os próximos 8 meses no mar. Depois disso, a história pula para o presente e vemos Kate e Sabine, mãe e filha, discutindo, pois Kate decidiu que Sabine deverá passar uns tempos com os avós enquanto ela resolve umas questões com seu último namorado.

Garota da cidade grande, Sabine não se conforma que terá que passar um tempo com os avós extremamente velhos, numa casa úmida, sem telefone, sem internet e ainda ser obrigada a cavalgar! Mas aos poucos ela vai se adaptando e gostando da ideia de ficar longe da mãe.

Com um plote previsível, o livro foi bem arrastado pra mim; só não parei porque ao mesmo tempo que não estava gostando muito desse, não conseguia pensar em nenhum outro livro para pegar, apesar de ter vários que quero ler, já aconteceu isso com vocês? Preferi continuar esse (parecia que estava presa de alguma forma! rs) a ficar sem nada para le. Uma ressaca literária bem estranha! kkkk. 

Os conflitos abordados até que são bons, como as relações entre mãe e filha; a ligação entre presente e passado; os papéis e cobranças da mulher de antigamente e de agora e mesmo as questões de amor. Jojo também construiu legal alguns dos personagens (Kate não foi um deles! rs Ela me irritou demais se comportando de forma mais imatura que sua filha) dando bastante espaço para cada um ~ um dos motivos de o livro ser tão longo. 

Não recomendaria o livro a não ser que você já seja fã da autora e tenha curiosidade sobre ele! :)

*
*
*
Vamos conversar mais!! Instagram Facebook ~ YouTube ~ GooglePlus ~Twitter ~ Skoob

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Só Lendo...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!