Mostrando postagens com marcador Diana Peterfreund. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Diana Peterfreund. Mostrar todas as postagens

julho 11, 2014

por Só Lendo

Resenha: Zumbis x Unicórnios {Justine Larbalestier e Holly Black}

Organizadoras: Justine Larbalestier e Holly Black
Autores: Vários
Editora: Galera Record
Páginas: 388
Nota Skoob: 2/5


Neste livro, Justine Larbalestier (esposa do Scott Westerfeld! ♥ #fofocaliterária) e Holly Black resolveram ir à forra e descobrir quem é melhor: Zumbis ou Unicórnios?

A primeira vez que resenhei um livro de contos aqui, que foi o Livro das Princesas, decidi pelo formato de escrever uma pequena opinião minha sobre cada conto. Como eu gostei desse formato, repeti na resenha de Apaixonada por Palavras (que são crônicas)  e agora farei a mesma coisa com Zumbis x Unicórnios, espero que vocês gostem! =D 



A Mais Alta Justiça
Garth Nix

 Este é o primeiro conto do livro e mescla na historia do unicórnio um pouquinho de zumbi! A princesa Jess quer vingança pela morte de sua mãe e recorre à ajuda especial de Elibet unicórnio lendário que deve ajuda à sua família. Apesar de um estranhamento inicial, gostei deste conto e imaginei inclusive o restante da historia! ^^
Time: Unicórnio
Nota: 4/5

Love Will Tear Us Apart
Alaya Dawn Johnson

Eu não li aquele "Sangue Quente" e nem assisti o filme baseado, porque né, romance de humanos e zumbis... Eca! Eca duplo!! Neste conto, Alaya entra nesse terreno perigoso usando de alguma lógica e muito humor negro! Acabei curtindo e a autora usou da sacada de dar um final mais aberto para o leitor imaginá-lo do jeito que lhe apetecer e, lógico, gostei do meu final! rsrs.

Time: Zumbi
Nota: 3/5


"Gostar tanto da refeição para não ser capaz de matá-la? Essa era a primeira vez!"
[Grayson - pág 5 no app]



"Use seu cérebro! Ou alguém vai comê-lo por você."
[Grayson - pág 36 no app]


Teste de Pureza

Naomi Novik

Mais um bem legal!!! Allison é acordada de sua ressaca no Central Park por um unicórnio que precisa de ajuda para salvar filhotes de unicórnio capturados por um mago malvado. Ignorando a "falta de pureza" de Allison, os dois vão ao resgate de uma forma muito doida e divertida!!
Time: Unicórnio
Nota: 5/5


"Provavelmente ele está tentando se tornar imortal, o que nunca funciona, só que os magos nunca escutam quando lhes dizemos isso."
[Unicórnio - pág 5]



"Você acredita que é mais difícil encontrar uma virgem do que um unicórnio em Nova York?"
[Otto - pág. 27]


Buganvílias
Carrie Ryan

A história é narrada pela perspectiva de Iza, filha do governador de Curaçao, ilha escondida que os protege dos zumbis e sua infecção. Durante a leitura conhecemos o que está acontecendo atualmente na vida de Iza e o que aconteceu antes para ela parar naquela ilha. Achei esta história bem confusa e não consegui me apegar, ainda mais que a autora criou nomes diferentes para os zumbis. A mistura entre passado e futuro, apesar de bem dividida graficamente, contribuiu para a confusão da história. Mesmo tendo 72 paginas (no app do kobo), não via a hora de terminar.
Time: Zumbis
Nota: 1/5


"A gravidade age com mais força sobre os problemas do que sobre qualquer outra coisa."
[Iza - pág 29]


Mil Flores
Margo Lanagan

Este conto é narrado em duas perspectivas: de um camponês que é enganado por um unicórnio e leva a culpa por algo que não cometeu e de uma parteira. Fico em dúvida em qual do dois é o pior, este ou Buganvílias. Talvez este, por ter uma questão nojenta envolvida no meio.

Time: Unicórnio
Nota: 1/5

As Crianças da Revolução
Maureen Johnson

A escrita da Maureen neste conto me lembrou a de Meg Cabot: garota bobinha e apaixonada, larga tudo para ir atrás do namorado idiota que a abandona e a deixa na pior. Mas a continuação acaba sendo melhor! No desespero e sem dinheiro, Sofie aceita o emprego de babá de cinco crianças beeem esquisitas que foram adotadas por uma atriz famosa. A única coisa que ela deve fazer é alimentar as crianças e mais nada. Lógico que as coisas não saem muito como o planejado e acontece o impensável, e é aí que o final dá uma agonia de ler!!!! (no sentido bom, se é que dá para entender! rs)

Time: Zumbi
Nota: 3/5

"O cuidado e a alimentação de seu filhote de unicórnio assassino"
Diana Peterfreund

Incrível como não gostei da série Sociedade Secreta de Diana Peterfreund e ADOREI este conto!! É o melhor até agora, o único que me fez ter vontade de continuar a leitura por curiosidade e prazer e não só para terminar o livro! Neste conto, Wendy tem o poder de atrair unicórnios, que são perigosíssimos, e um deles inclusive matou seus primos no verão passado! Mas ao visitar um unicórnio capturado no circo, Wendy descobre que "ele" está "grávida" e, ao conseguir acessar a mente da mãe, esta lhe pede para salvar e cuidar de seu bebê. Contra todas suas ordens, crenças e medos, Wendy começa a cuidar do bebê e sofre por não saber o que fazer com ele: matá-lo para não se tornar um assassino? Entregá-lo para as autoridades? Ou fugir com ele, agora que possuem essa ligação tao forte? O conto termina com um gostinho de quero mais e gostaria muito que Diana transformasse em livro!!
Time: Unicórnio
Nota: 5/5


Inocculata
Scott Westerfeld

No mundo pós-apocalíptico zumbi, um pequeno grupo de humanos que ainda não foram infectados vai sobrevivendo em uma fazenda de plantação de maconha, enquanto esperam alguma coisa acontecer em favor deles. Até que Kalin, uma das adolescentes da fazenda é infectada com uma mutação do vírus Z "mais leve" que os deixa imortais, acinzentados e engana os zumbis. Ela resolve então sair daquele lugar levando algumas pessoas. Conto até que legal, mas sem nada demais!
Time: Zumbi
Nota: 3/5


Princesa Bonitinha
Meg Cabot

Adorei como Meg Cabot abordou o tema unicórnio neste conto! Liz está tendo um aniversário péssimo até que ganha um unicórnio de presente que vai ajudá-la a arrumar algumas coisinhas em sua vida!! Estou meio "tremida" com a Meg por causa de sua escrita (explico aqui), mas gostei bastante deste conto e ela não usou o maldito "quero dizer"!!!!! yupiii!!! rsrsrsrs
Time: Unicórnio
Nota: 4/5

Mãos Geladas

Cassandra Clare

Estava bem ansiosa pelo conto da Cassandra, mas não achei tão legal! =/ Adele namora o sobrinho do Conde de Lichgate, James e próximo Conde da linhagem. Eles namoram desde criancinhas e são o par perfeito.. Até James morrer! Mas as coisas acontecem diferente em Lichgate e Adele vai acabar conseguindo tudo que sempre quis... tirando a parte que o amor da sua vida agora tem mãos geladas...brrr!

Time: Zumbis
Nota: 3/5




A Terceira Virgem
Kathleen Duey

Um unicórnio que suga os anos de vida das pessoas e passa séculos se punindo e se deleitando por isso na mesma medida. Quando conhece Ree, está convencido em pedir sua ajuda para matá-lo. Não sei o que aconteceu com o app do Kobo (na verdade sei: está uma bosta! Com o perdão da palavra!) e acabei começando por esse conto. Não foi um bom começo, o conto se arrasta e o unicórnio como único personagem sofredor cansa muito. 
Time: Unicórnio
Nota: 1/5


A Noite do Baile
Libba Bray

Depois de uma infecção que transformou todos os adultos em zumbis, Tahmina e Jeff fazem parte dos jovens e crianças que permanecem na cidade tentando manter a ordem e todos vivos, até alguma coisa acontecer: acharem uma cura ou exterminarem todos os zumbis, o que viesse primeiro, mas que viesse! O conto é engraçadinho, mas não teve nada demais para mim!
Time: Zumbi
Nota: 2/5

E estas foram as resenhas de cada conto! No geral, dei dois para o livro porque não me diverti tanto assim lendo e não leria novamente, apesar que dei muita risada com Justine e Holly e seus comentários engraçados e sarcásticos sobre cada conto e as "brigas" pela vitória!!


"A morte atinge todos nós, Holly. Negação não vai impedir o velho Ceifador."



"Posso confiar em um animal que está à solta para nos matar. São os defecadores de arco-íris que eu não consigo suportar."

[Justine]

Quanto à batalha entre Zumbis x Unicórnios parece que os Unicórnios ganharam por aqui com 20 pontos! hehehe E você? Já leu este livro? Gostou mais de quais histórias?



*
*
*
Vamos conversar mais!! Instagram Facebook ~ YouTube ~ GooglePlus ~Twitter ~ Skoob

maio 28, 2014

por Só Lendo

Resenha: Escolhas de Formatura {Diana Peterfreund}

Autor: Diana Peterfreund
Editora: Galera Record
Série: Sociedade Secreta
Volume: 4 de 4
Páginas: 432
Nota Skoob: 3/5
Resenhas Anteriores: Rosa & Túmulo; Sob a Rosa; Ritos de Primavera



"O que tem de errado em querer me cercar de pessoas brilhantes em quem confio? Não porque somos Coveiros, mas porque fomos coveiros juntos e sei o que vocês são capazes de fazer e quero que vocês possam fazer."
[Jenny]


Por incrível que pareça, gostei do último livro!! hahaha Finalmente Diana Peterfreund explica os porquês das Sociedades Secretas serem tão poderosas e importantes! Passei três livros esperando por isso! rsrs

Neste, os Coveiros se preparam para a formatura e para o que farão no ano que vem, além de terem que escolher seus sucessores para a Rosa & Túmulo e realizar a iniciação.

No meio disso tudo, Amy ainda tem que superar seu medo de compromisso - o que parece que será bem fácil com o fofo do Jamie! S2 - escrever sua monografia e lidar com questões bem sérias envolvendo sua escolhida da Rosa & Túmulo - e talvez ela mesma, pois os problemas e traumas passados nas férias de primavera voltam para assombrá-la.

"Ele me transformou em outra pessoa. Lenta, mas inexoravelmente. Através de mudanças tão pequenas que eu quase nem notava o que estava abrindo mão."
[Michelle]


Abordando neste livro a violência doméstica e psicológica a alunas da Universidade, Diana foi mais feliz no livro que fecha a série Sociedade Secreta. A leitura foi rápida, gostosa e com boas doses de romance, o que adoro! Fiquei feliz, sofri, chorei e vibrei junto com a Amy - que aliás foi uma ótima protagonista, apesar de tudo!! 

"Alguém é sempre aquele que ama mais, e isso eventualmente afasta o outro."
[Brandon]


Infelizmente, é uma série que não recomendo, pois até chegar neste livro, você terá que passar pelos outros três, que não foram nada bons para mim, o que eu explico melhor nas resenhas de cada um acima!! E você? O que acha da série?? 

Trechos Favoritos


"Havia muita gente que presumia que eu era uma esnobe arrogante quando ouvia que eu tinha ido para uma faculdade da Ivy League, como se minha ambição e realizações tivessem de alguma forma sido projetadas para insultar as deles."
[Amy - pág. 232]


"Queria que toda noite pudesse ser um encontro elegante com o homem que eu amava."
[Amy - pág. 321]

"Estou tentando imaginar uma circunstância em que eu tomaria uma decisão sobre os meus planos para a vida levando em conta um namorado. Cada fibra do meu ser se revolta contra essa ideia."
[Amy - pág. 173]

"Sua felicidade não precisa vir junto com um garoto."
[Lydia - pág. 175]
*
*
*
Vamos conversar mais!! Instagram Facebook ~ YouTube ~ GooglePlus ~Twitter ~ Skoob

abril 24, 2014

por Só Lendo

Resenha: Ritos de Primavera {Diana Peterfreund}

Autor: Diana Peterfreund
Editora: Galera Record
Série: Sociedade Secreta
Volume: 3 de 4
Páginas: 427
Resenhas Anteriores: Rosa & Túmulo ; Sob a Rosa
Nota Skoob: 2/5



Ai gente, tá dificil terminar essa série, viu?!? História bem ruinzinha! Se a autora não tivesse ambientado no mundo das sociedades secretas, taaalvez o negócio funcionaria melhor, acredito! Até porque Amy, Poe e os demais personagens são bem legais e Amy é uma boa protagonista, que não tem muito mimimi.

Neste terceiro livro, a Rosa & Túmulo invade a sede da Cabeça de Dragão para tentar recuperar um artefato roubado e acabam escondendo uma estátua deles. (Nessa parte você pergunta: Oi? Quantos anos eles tem? Pois é... Fiz essa pergunta diversas vezes durante a leitura).

Por conta disso a Cabeça de Dragão pretende se vingar (de novo: quantos anos mesmo?) e eles acabaram descobrindo que Amy faz parte da sociedade e começam a lhe pregar diversas peças: derrubando bebidas nela; fazendo-a cair por ai; colocando grilos em seu alojamento... etc...

Ao mesmo tempo dessa "crise", Amy também esta enfrentando o retorno dos seus sentimentos por Brandon, que agora namora Felícia, e acaba descobrindo que é bom não mexer nesse vespeiro! rs A iminência da formatura também tira seu sono, pois ela tem que decidir o que vai fazer da vida no ano que vem!

Finalmente chegam as férias de primavera e os Coveiros vão para Cavador Key ilha mantida pela Sociedade para o descanso de seus membros. Amy pensa que finalmente poderá descansar e colocar a cabeça no lugar... Mas parece que os problemas a perseguem e ela mais uma vez se vê envolvida em artimanhas e problemas políticos que podem até custar sua vida! 

Para completar, sentimentos muito esquisitos por ninguém menos que Poe!, começam a surgir e ela não sabe como lidar com isso! Gostei um pouquinho mais da história aqui por conta do começo desse romance que está bem fofo, mesmo não gostando do livro! Será que o quarto será melhor!?!? Veremos.... rsrs

E você? Já leu a série Sociedade Secreta? O que achou??

Trechos Favoritos

"Eu amo tudo que aprendi sobre mim mesma como um resultado da junção Rosa & Túmulo. Mas nunca me senti tão sozinha."
[Amy]

"Pergunto-me se os rapazes sequer notam as maquinações que fazemos em seu nome? Eles estão cientes da sutil, mas significativa diferença entre o seu quotidiano jeans e seu muito melhor jeans? Que essa cor especial faz seus olhos mais verdes?"
[Amy]

agosto 24, 2013

por Só Lendo

Resenha: Sob a Rosa {Diana Peterfreund}

Autor: Diana Peterfreund
Editora: Galera Record
Série: Sociedade Secreta
Volume: 2 de 4
Páginas: 448
Resenhas anteriores: Rosa & Túmulo
Nota Skoob: 3/5
  
Amy Haskel agora faz parte da elite da Universidade de Eli. Ela é uma Coveira, integrante da sociedade secreta mais poderosa do país: a Rosa & Túmulo. Mas de repente os segredos da socidade são divulgados em um site, chamando a atenção dos patriarcas da Rosa & Túmulo e até da imprensa. Para completar, outra Coveira desaparece misteriosamente... Alguém está vendendo os segredos da sociedade, e nenhum membro está a salvo... Todos são suspeitos.


É tão chato quando você não se anima com um livro ou série que todo mundo gostou! =/ Fui atrás que nem louca da série Sociedade Secreta já que todo mundo estava falando maravilhas da história, aí finalmente li o primeiro e, como vocês já viram aqui no blog, não achei tudo isso. Aí me falaram que no segundo melhorava... e agora digo para vocês que para mim ficou a mesma coisa. =[

O plote abordado no primeiro livro continua girando neste segundo no mesmo problema de os patriarcas não aceitarem as mulheres, a nova turma não ter uma identidade e aquela mesma decepção de não ver o porquê é TÃO importante e TÃO legal estar em uma Sociedade Secreta em sua faculdade!! Supostamente, a Rosa & Túmulo era para ser a Sociedade mais poderosa da faculdade, senão dos EUA, e o que parece é um monte de adolescentes normais, que fazem alguns rituais bobos e só se juntam para conversar, nutrir uma amizade e algumas "coisitas mas" que não necessitariam de um mausoléu e tantos segredos para ser feito!

Apesar de tudo de ruim! rsrsrs Eu até que curti a leitura! Sei que parece meio paradoxo, mas os personagens dessa vez me cativaram mais e a Diana escreve de uma forma muito gostosa de ler, que te envolve na trama e nas confusões que a Amy arruma. Aliás, acho que ela e Poe são a salvação da série! Dou muita risada com a Amy, suas questões amorosas e sarcasmos e ela e Poe simplesmente amam se provocar e como são muito inteligentes, as provocações são muito nerds e engraçadas!!! rsrs

Dessa vez a ação é maior do que no primeiro livro, o que ajudou a leitura a não ser monótona. Parece que um dos integrantes da Rosa & Túmulo foi sequestrado e, além disso, alguém anda vazando informações internas do grupo para um blog que odeia os Coveiros. Com uma crise de credibilidade enorme dentro de sua sociedade secreta, Amy fica maluca para tentar ajeitar as coisas do melhor jeito possível, mas bater de frente com os figurões dos patriarcas nunca é uma ideia segura!

Tenho o quarto livro em casa, mas ainda não consegui o terceiro e como eles ainda são muito caros, não estou a fim de pagar tanto, já que a história não está tão boa até agora, então fico na esperança de achar para trocar no skoob!! hehehehe

A leitura te prende e é divertida, mas recomendo com reservas, já que me decepcionou a questão da Sociedade Secreta e os problemas sempre girando no mesmo assunto que cansam, então três estrelinhas no Skoob e veremos nos próximos! =]

Trechos

"Por que o drama? Eu o queria e ele me queria. Quem precisava das entrelinhas?"
[Amy]


"Somos da Rosa & Túmulo, garoto. Tudo o que fazemos parece suspeito."
[Poe - pág. 317]


"Se vocês todos têm festas para ir, poderiam pelo menos me convidar! O que aconteceu com apoiar um irmão em todos os seus esforços?
[Harum - pág. 367]


"Queria que essa dor saísse de dentro de mim. Não queria mais segredos. Não queria mais a Rosa & Túmulo. Que tipo de cavaleira eu era?"
[Amy - pág. 419]


"A questão é que cada geração escolhe a própria imagem, independentemente das ordens de quem veio antes. Temos de fazer isso, caso contrário perdemos a nossa relevância."
[Lydia - pág. 420]

"Esqueçam os juramentos: nada une mais as pessoas do que o poder de um inimigo em comum."
[Amy - pág. 432]

julho 15, 2013

por Só Lendo

Resenha: Rosa & Túmulo {Diana Peterfreund}

Autor: Diana Peterfreund
Editora: Galera Record
Série: Sociedade Secreta
Volume: 1 de 4
Páginas: 400
Nota: 3/5

Amy, editora do jornal literário da universidade, tinha certeza que seria convocada para a sociedade secreta Pena & Tinta, que lhe traria alguns contatos, mas não muito glamour ou comprometimento. Mas tudo muda quando ela é convocada para a Rosa & Túmulo, a sociedade mais poderosa da universidade e cercada de segredos. Lá, a história é outra...


Eu queria ler essa série desde que a Pâm falou suuuuper bem dela no ano passado. Como os livros são caros e difíceis de achar, fui adiando, adiando, mas esse ano me deu uma vontade LOUCA de finalmente saber o que essa história tem realmente de bom, porque outras pessoas começaram a falar super bem dela! E infelizmente, acabei não descobrindo! =/

Estava com as expectativas muito altas em relação a esta série, achando que seria uma super história de segredos e muita ação, mas isso provavelmente ficou para os próximos livros. Amy Haskel estuda (inglês, acho!) em Eli, uma Universidade da Ivy League e que possui suas sociedades secretas para os segundanistas se associarem. Ela tem certeza que vai para a Pena & Tinta, por ser editora do jornal literário da faculdade, o que já é meio caminho andado para sua admissão nesta Sociedade. No entanto, ela acaba sendo convidada para a Rosa & Túmulo, uma das Sociedades Secretas mais tradicionais e poderosas de Eli e não tem ideia do porquê isso aconteceu. Ela não tem pais famosos, uma herança gigante e nem é tão popular assim, por que será que a escolheram?

Depois de um ritual de iniciação um tanto quanto maluco, ela finalmente entra na Sociedade e descobre que, junto com outras cinco meninas, são as primeiras mulheres a serem iniciadas aos Segredos da Rosa & Túmulo. Enfrentando muitos preconceitos a partir daí, Amy, junto com seus amigos novatos, tem que provar que a Sociedade pode e deve dar este passo em direção ao século XXI.

Uma das coisas que gostei muito no livro foi a própria Amy, estudante universitária normal, seguindo com sua vida e sem grandes problemas de personalidade//relacionamentos, já não aguento mais protagonistas fracotes, sem amor próprio e que não se encaixam em nenhum lugar, acho que já deu sabe? E Amy me conquistou por isso e por ser muito engraçada durante todo o livro.

A história é legal e cativa, mas decepciona muito no que concerne à sociedade secreta em si. A autora fala todo o tempo, através dos personagens, o quanto a R&S é importante e poderosa e que há muitos e sujos segredos para serem descobertos, etc. Mas não vi quase nada disso durante a leitura e isso me desanimou bastante, por isso considero o livro bom, mas ainda não um must read. Aguardem os próximos capítulos da série. Ainda estou atrás do terceiro livro!! Alguém tem para troca no Skoob?? hehehe

Trechos


"Se havia uma organização para comandar, um prêmio para ganhar, um contato para perseguir - você tinha de fazê-lo."
[Amy - pág. 19]

"Não importa quantas peças de roupa você ainda está usando, assim que um cara acha que há sexo em jogo, ele vai concordar com qualquer coisa."
[Amy - pág. 40]

"Ele tinha a habilidade de dar um tipo de sorriso que eu sabia que era só para mim."
[Amy - pág. 42]

"Mostre-me um homem enlouquecidamente apaixonado e eu lhes mostrarei um pateta."
[Amy - pág. 290]

"Eu acabaria com a raça de qualquer um que atravessasse o nosso caminho e faria isso ao estilo do século XXI!"
[Amy - pág. 332]

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!