novembro 08, 2012

por Danielli Guirado

Resenha: Cinquenta tons de Cinza {E. L. James}


Autor: E. L. James
Editora: Intrinseca
Páginas: 480
Volume: 1 de 3



Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seu próprios termos...

 **Resenha imprópria para menores de 18 anos.



Sei que colocar o aviso de restrição de idade só vai instigar mais para ler, só que pelo menos cumpro minha responsabilidade social aqui e, se você for menor e ler aí já é responsabilidade sua! rsrs

Sim, o fenômeno mundial também está aqui. Depois de tanto rebuliço e resenhas positivas você acha que eu ia deixar o Sr. Grey para trás? rsrs Em Cinquenta Tons de Cinza conhecemos Anastasia Steele, garota de 21 anos prestes a se formar e esperando “o cara certo”. O destino dá seu empurrão quando, substituindo sua amiga Kate que está doente, ela sai para realizar uma entrevista com o multimilionário Christian Grey, garoto adotado por família rica que fez fortuna sozinho criando várias empresas que, ao mesmo tempo em que lhe dão muito lucro, ajudam a sociedade com doações de protótipos e obras de caridade.

Ana logo vê que existe alguma coisa de muito estranha – e excitante – nesse tal Sr. Grey, que ela nem teve tempo de fazer uma pesquisa antes da entrevistá-lo! Após alguns momentos muito embaraçosos Ana vai embora desejando vê-lo de novo, mas sem se importar muito com isso até que ele aparece em seu trabalho, mas como ele sabia onde ela trabalhava?

A partir daí, Grey vai atrás de conseguir um jantar com a Srta. Steele e ela, morrendo por dentro e sem acreditar que um magnata possa se interessar por ela, sai com ele para ver como as coisas serão. Mas nada do que Ana esperava chegava perto de todo o mistério que ronda Christian. Ele tem uma proposta a Ana: como praticante de BDSM ele propõe que ela se torne sua submissa. Sem saber direito do que ele está falando, Ana lança a bomba tirando, pela primeira vez, a compostura do calculado Sr. Grey.

Entretanto, Grey aceita de bom grado o papel de “professor” de Ana e essa menina inocente, porém desafiadora, mexe com ele de um jeito que mais ninguém conseguiu. Por outro lado, Ana também se vê arrebatada e cheia de atração por Christian e, apesar do que ele lhe propõe ser um absurdo, ela se vê incapaz de se afastar dele e um tórrido, porém instável relacionamento (?) se inicia. Agora ambos vão tentando desvendar um ao outro ao mesmo tempo que tentam achar um equilíbrio do que ambos querem, o único problema é que Ana ainda precisa descobrir seus limites e talvez eles sejam muito menores do que Christian espera.

Conversando sobre o livro com a Mi (beijo, Mi! Amo nossas conversas sobre livros! ) ela o descreveu a mim como um dos romances adolescentes que adoramos ler – como o Diário da Princesa – só que a diferença é que neste livro o mocinho e a mocinha ficam juntos logo no início e é mostrado o que “acontece” depois do “feliz para sempre” que os livros de Meg não poderiam conter.

Abordando o sexo, bem como um relacionamento adulto, pelo ponto de vista feminino e não poupando detalhes explícitos e vocabulário “baixo”, E. L. James criou um Best-Seller que envolve por sua história e cativa com seus personagens falhos, apenas humanos que amam – ou estão descobrindo o amor – e cometem muitos erros no processo. Como nós aqui fora das páginas!

Anastasia foi uma surpresa para mim o livro todo: de início achei realmente que ela seria uma submissa por ser super inocente, bobona, daqueles tipos que todos pisam e depois a personagem tem uma reviravolta, mas não. Ana se mostrou, em muitos momentos, corajosa e decidida, nem um pouco boba e disposta a enfrentar Christian quando precisasse. O livro é narrado por ela que o deixa extremamente engraçado com seus comentários acerca dos acontecimentos e suas “discussões” e “conversas” com seu Inconsciente reprovador e sua “Deusa Interior” animada!

Quanto a Christian, agora já estou contaminada pelo segundo livro que está muito bom e ele melhorou muito!, mas no primeiro não fiquei extremamente apaixonada por ele igual todo mundo e, inclusive, torcia para a Ana ficar bem longe desse maluco, controlador! rsrs

Sem trocadilhos aqui, 50 Tons de Cinza é muito gostoso de ler e você vai devorar as páginas tentando decifrar este relacionamento complexo com um homem extremamente complexado... mas muuuuito sexy!! rsrs

Trechos

"Christian Grey me acha linda! Vair ver ele é míope!"
[Ana - pág. 101]

"Eu nunca dormi com ninguém, nunca fiz sexo na minha cama, nunca levei uma garota no Charlie Tango, nunca apresentei uma mulher à minha mãe. O que você está fazendo comigo?"
[Christian - pág. 138]

"Pensei que tivéssemos feito sexo brownie de chocolate com calda quente. Mas, afinal, o que é que eu sei?"
[Ana - pág. 139]
    

4 comentários:

  1. Oii Dani ^^
    Adorei a resenha!
    Mas não gostei muito do livro não, achei mal escrito, e sei lá. Comecei a ler, e não me animou de continuar, rs.
    Mas quem sabe eu não sou uma segunda chance pra ele neh.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ebaaa, adoro ser citada no post!
    Fico me achando! kkk
    =)

    ResponderExcluir
  3. Vixe, não posso ler!
    A resenha é imprópria pra minha idade!!! :P

    ResponderExcluir
  4. Voltei pra ler a resenha e OMG! Agora estou querendo ler o livro...
    Agora vai ficar mais fácil ler por causa do meu kg de alcatra! :p

    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!