janeiro 28, 2013

por Danielli Guirado

Resenha: As Vantagens de Ser Invisível - Livro e Filme! {Stephen Chbosky}

Livro
Autor: Stephen Chbosky
Título Original: The Perks of Being a Wallflower
Editora: Rocco
Páginas: 223
Classificação: 2/5


Filme
Título: As Vantagens de Ser Invisível
Direção: Stephen Chbosky
Roteiro: Stephen Chbosky
Elenco: Emma Watson, Nina Dobrev, Logan Lerman, Paul Rudd, Ezra Miller, Mae Whitman, Melanie Lynskey, Kate Walsh, Dylan McDermott, Johnny Simmons, Nicholas Braun, Zane Holtz.
Classificação: 5/5

Charlie (Logan Lerman) é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Seu professor de Literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si até o dia em que dois amigos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), passam a andar com ele.

Charlie acabou de voltar a escola após um período ausente e está começando no que seria o nosso primeiro ano do Ensino Médio. Ele precisa de alguém com quem conversar das novas situações que enfrenta e elege um amigo (que não fica claro para mim se real ou imaginário) a quem ele começa a escrever cartas contando seus dias e descobertas e é só dessa forma que o leitor fica sabendo de tudo o que acontece.

Assisti o filme antes de ler o livro e minha versão preferida com certeza é a cinematográfica, que foi bem fiel ao livro e conseguiu passar todas as emoções certas ao longo das cenas. No livro achei Charlie muito inocente para um garoto de 15 anos, mas ele faz bons amigos e toma certas atitudes mega corajosas para se enturmar e "participar" que acho que eu não tomaria!

Seus amigos são os meio-irmãos Sam e Patrick. Sam é sensível, atenciosa e cuida bastante de Charlie. Patrick é o tirador de sarro da escola e que não se importa com o que as pessoas pensam. Amei o Patrick!! Ele é incrível nas duas versões, mas acaba se aproveitando da inocência de Charlie por um tempo, o que não gostei nada.

Uma relação super legal no livro, mas que não é muito explorada no filme, é a de Charlie com seu Prof. de Inglês, que lhe empresta livros clássicos para ler e depois escrever o que achou. No filme a relação fica bem estrita a aluno-professor, já no livro eles realmente se tornam amigos!

O livro e sua adaptação terminam com uma surpresa sobre o passado traumático de Charlie que ele próprio tinha bloqueado e que por isso, tanto no livro como no filme, temos apenas pequenas ideias e acontecimentos que não parecem interligados e nem importantes, mas são todo o cerne da história e segure o lencinho, porque as lágrimas são um efeito colateral! 

Indico, mais uma vez, que você assista ao filme, que é demaaaais! e se quiser mais detalhes, aí sim investir no livro porque ele não deixa de ser bem gostoso de ler!


Trechos do Livro

"Só preciso saber que existe alguém que ouve e entende, e não tenta dormir com as pessoas, mesmo que tenha oportunidade."
[Charlie - pág. 12]

"Eu bem gostaria de saber porque ele fez aquilo. Assim eu sentiria a falta dele com mais clareza. A dor poderia fazer sentido."
[Charlie - pág. 14]

“Porque usar palavras que ninguém conhece ou usa normalmente? Essa é uma coisa que não entendo.”
[Charlie – pág. 25]

“É estranho, porque às vezes eu leio um livro e acho que sou a pessoa do livro.”
[Charlie – pág. 38]

“Queria que alguém me dissesse como ser diferente de uma forma que faça sentido.”
[Charlie – pág. 149]

“É muito mais fácil não saber das coisas de vez em quando. E apenas comer batatas com sua mãe.”
[Charlie – pág. 154]

Trailer



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!