janeiro 31, 2013

por Danielli Guirado

Resenha: Tamanho 42 Não É Gorda {Meg Cabot}

Autor: Meg Cabot
Série: Os Mistérios de Heather Wells
Volume: 1 de 3
Editora: Galera Record
Páginas: 416
Classificação: 3/5

A cantora pop Heather Wells chegou ao fundo do poço. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com todas as suas economias. Quando finalmente consegue um emprego de inspetora em uma faculdade, Heather acredita que tudo está melhorando. Ou será que ela está enganada?





Heather Wells, ex-cantora pop adolescente perdeu tudo: seu namorado a traiu com uma cantora que estava fazendo mais sucesso que ela; sua gravadora a despediu porque ela queria cantar as próprias músicas; e a mãe roubou todo seu dinheiro e fugiu com seu empresário para Buenos Aires!!

Apesar de tudo isso, Heather consegue se reerguer: arruma um emprego de Diretora Assistente do Conjunto Residencial Fischer na Faculdade de Nova York; o irmão de seu ex, Cooper, por quem ela nutre uma paixão platônica, oferece um quarto na casa onde ele mora se em troca ela fizer a contabilidade dele.

Quando tudo parece caminhar bem, uma das moradoras do Conj. Fischer é encontrada morta no poço dos elevadores. A polícia e toda a Faculdade conclui que ela estava praticando "surf de elevador" (brincadeira em que os alunos pulam de um elevador para ou outro) e caiu, menos Heather, que acha muito estranha a coisa toda. Ela passa suas preocupações a todos, mas ninguém parece acreditar nela, até que mais vítimas são encontradas e Heather começa sua própria investigação colocando sua vida em perigo.

Sempre tive uma super curiosidade sobre essa série, afinal é da Meg Cabot, certo? Este primeiro livro eu já havia lido há muito tempo, mas não lembrava do final nem de muitos fatos, mesmo assim a história foi um pouco tediosa. Eu creio que Meg escreveu esta série pouco depois ou enquanto escrevia o Diário da Princesa, porque Heather é muito parecida com a Mia e a narrativa nos dois livros, o estilo, quase tudo é extremamente parecido!

O mistério sobre as mortes no Conj. Fischer acho que é a única coisa que prende, pois ele é bem construído e você quer continuar a leitura para saber como vai terminar. A paixão da Heather pelo Cooper é fofa e ele é tudo de bom: super inteligente e "homem de verdade", além de super carinho  com ela! Meu personagem favorito na série! 

Não gostei muito da Heather! Ela é muito sonsa e eu ficava enjoada com a quantidade de vezes que ela pensava nas mais variadas comidas gordurosas e na quantidade de vezes que as come!! rsrs É uma leitura bem levinha, nada que você deva ler, mas serve para aquelas horas que você só quer uma distração rápida.

Trechos

"Esta é a parte mais legal de se ter um cachorro. O bicho sempre fica feliz quando vê a gente."
[Heather. pág. 70]

"Estou tentando impedir um crime aqui. Já não basta? Preciso de uma aliança no dedo também? Algumas pessoas nunca ficam satisfeitas."
[Heather - pág. 151]

"Não sei como alguém pode achar um cigarro melhor do que uma barra de chocolate. Se você vai fazer alguma coisa que não é boa para você, por que não escolher uma delícia crocante com amendoim?"
[Heather - pág. 195]

"Assassinos são pessoas incrivelmente burras. É por isso que matam: são tão limitados intelectualmente que não veem outra saída."
[Detetive Canavam - pág. 248]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!