fevereiro 22, 2013

por Danielli Guirado

Resenha: Não sou este tipo de garota {Siobhan Vivian}


Autor: Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Páginas: 248  
Classificação: 4/5

Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores escolhas. Ela ignora os caras populares, ganha medalhas de honra e está prestes a ser presidente do conselho estudantil. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre ou se tornar a melhor escolha que ela já fez.

Natalie é A menina exemplar: estudiosa, só tira notas 10, está concorrendo para Presidente do Conselho Estudantil, tem a admiração de professores e do Diretor e com certeza vai entrar na faculdade que tanto deseja! Garotos? Nãooo, ela não tem tempo nem interesse neles agora, o importante é sua vida acadêmica.

Tudo começa a mudar quando ela conhece uma novata da Academia Ross, Spencer. Ao descobrir que foi babá da menina alguns anos atrás, Natalie toma para si a incumbência de aconselhar a garota para passar o ensino médio com boas notas e uma reputação ilesa, e isso significa principalmente, ficar longe dos garotos! Na opinião de Natalie eles são os grandes vilões do ensino médio para as garotas, pois abusam de sua inocência e destroem sua reputação. Mas Spencer não quer nem saber de conselhos, ela tem sua opinião bem formada e segue o que lhe dá na telha, o que, lógico, mete Natalie em muitos problemas tentando encobri-la o tempo todo.
Aos poucos, com seu comportamento de "general", sempre tentando controlar tudo e todos, Natalie se vê afastando todos que gosta e jamais esperava o que estava para acontecer: ficaria a fim de um dos jogadores de futebol mais populares do colégio indo contra todas as suas crenças e valores sobre esses garotos!

Vou te avisar que no começo este livro pode te irritar um pouco! Natalie é extremamente, ênfase no extremamente, chata! rsrs Ao longo do Ensino Médio criou uma bolha em volta de si, que só os selecionados entram, não escuta os outros e considera suas opiniões e ações acima de qualquer erro. Quem mais sofre é Autumn: as duas se tornaram melhores amigas depois que Natalie ficou ao seu lado após a amiga confiar no garoto errado e isto lhe render uma péssima reputação. Mas é o último ano delas e Autumn quer mais! Quer sair, ir a festas, se divertir e sair da bolha que Natalie criou para as duas. Natalie não entende essa atitude e sempre joga na cara de Autumn que ela "a salvou".

Com a chegada de Spencer, que apesar das opiniões fortes, tem um lado beeeem piriguete mesmo!, e uma paixão saída do nada por Connor, o quarterback da escola, Natalie se vê perdida em novas situações em que suas opiniões, comportamentos e valores são testados e mesmo assim ela não consegue fazer nada para se afastar de Connor, que a trata de forma totalmente fofa apesar de ela ser uma completa idiota com ele!! As coisas se resolvem até que rápido demais para o meu gosto, não teve um período de tempo para as pessoas perceberem suas tropeçadas e aprenderem com elas, foi tudo-ao mesmo tempo-agora! rsrs


Quase abandonei a leitura deste livro por achá-lo "colegial" demais no começo, mas as questões que Siobhan trata são super atuais e nós mesmo acabamos nos questionando sobre nossos valores e preconceitos em relação à liberdade feminina, muito discutida nas entrelinhas do livro, inclusive com um super debate promovido por Natalie e Spencer - onde Natalie cortava Spencer toda hora! Então eu recomendo a leitura sim, até porque a narrativa é leve e a autora consegue te deixar curioso querendo saber o que virá nas próximas páginas!

Trechos



"Acho que vou infernizar a vida dele. Só por diversão, só porque eu posso!"
[Spencer - pág. 102]


"Olha só, não faço nada que me deixe desconfortável. Estou sempre no controle. Seja como for, que direito tem alguém de dizer o que eu posso ou não posso fazer com o meu corpo? Não vou me sentir culpada só porque gosto de ser sensual. Não ficarei envergonhada. Parece que essa escola tem um grande problema com esse tipo de coisa. Forçar as garotas a ficar envergonhadas por terem comportamentos naturais é um preconceito ridículo. Francamente, deveríamos mandar todos aqueles que nos julgam para aquele lugar."
[Spencer - pág. 105] 

"Essa era a pior parte de tudo: saber que era errado, mas fazer mesmo assim, não me importando com o quanto aquilo ia profundamente contra o tipo de pessoa que eu era." 
[Natalie - pág. 188]

"Não me importava nem um pouco com a forma com que seria lembrada. Contanto que nunca me esquecessem."
[Natalie - pág. 248]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela leitura! ♥

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros, Resenhas, Vídeos e outras Danis!